quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES - Semana 17 (01/dez a 07/dez)

1. AÇÕES PREVISTAS PARA A SEMANA

Terminar a montagem da maquete e fazer o relatório técnico.

2. AÇÕES REALIZADAS NA SEMANA

Terminamos a montagem da maquete e desenvolvemos o nosso dispositivo de contagem a partir dos componentes de um teclado de computador. Foi feito, também o relatório técnico do projeto, os slides para a apresentação, um vídeo. Compramos um cabo adaptador de entrada PS/2 para USB, para conectar o teclado ao notebook.

3. PENDÊNCIAS PRINCIPAIS

Nenhuma pendência.

4. DIFICULDADES PRINCIPAIS

O processo de aprendizado do funcionamento interno do teclado foi o mais complicado, mas conseguimos executar essa etapa com êxito.

5. MATERIAIS PRÁTICOS A PROVIDENCIAR

Nenhum.

6. MATERIAIS TEÓRICOS A PROVIDENCIAR

Nenhum.

7. CONTATOS A REALIZAR

Nenhum.

8. IDÉIAS A EXPLORAR

Futuramente, podemos tentar ampliar o nosso projeto para todos os setores do estacionamento.

9. ENCAMINHAMENTOS PARA A SEMANA SEGUINTE

Nenhum.

10. ENCAMINHAMENTOS PARA AS SEMANAS POSTERIORES

Nenhum.

11. ANÁLISE DO CUMPRIMENTO DO CRONOGRAMA

Cumprimos o cronograma, como planejado.

12. AVALIAÇÃO DO ANDAMENTO DO PROJETO

Tudo ocorreu de acordo com o planejado.

13. OBSERVAÇÕES E COMENTÁRIOS GERAIS

Ficamos muito satisfeitos com o resultado final do nosso projeto.

domingo, 4 de dezembro de 2011

Momentos finais: Confira abaixo todos os passos da montagem da maquete!


Etapa 1) Desmontando o teclado

Primeiramente desmontamos o teclado com as ferramentas adequadas.

Fotos:




Etapa 2) Entendendo o funcionamento do teclado e do push-button

Estudamos como é o real funcionamento do teclado, levando em conta características mais técnicas.

Entendemos como é a comunicação do circuito interno com o chip existente. Logo após, iniciamos uma série de tentativas para realizar diferentes tipos de comunicação com o teclado, a partir de outras ferramentas como fios e push-buttons.

Fotos:




Os videos abaixo mostram este processo:









Etapa 3) Desenvolvendo a maquete

Um dos fatores que viabilizaram o desenvolvimento efetivo desta etapa foi a
disponibilização do parque industrial da empresa "Audioplan" para trabalharmos.

Utilizamos diversas máquinas de corte de madeira, além de equipamentos para realizar o devido acabamento final.

Fotos:






Etapa 4) Finalização

O protótipo foi desenvolvido com sucesso. Criamos, portanto, um sistema contador de vagas que pode ser muito útil para estacionamentos que visam oferecer conforto aos seus clientes.

O protótipo pode ser resumido na seguinte forma: Um display mostra o número de vagas disponíveis para o condutor que está entrando no estacionamento. Após a entrada deste, o número mostra cai uma unidade. Após a saída, ocorre o aumento de uma unidade.

O video do projeto finalizado será postado após a apresentação oficial.

Aguarde!


Fotos:

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES - Semana 16 (24/nov a 30/nov)

1. AÇÕES PREVISTAS PARA A SEMANA

Montagem do circuito e da maquete.

2. AÇÕES REALIZADAS NA SEMANA

Inicialmente, compramos os materiais necessários para a montagem do protótipo (display, madeira, etc).

Tentamos fazer a gravação do programa no chip GAL 16V8 através do software "Quartus II Web Edition design". Não obtemos êxito nessa tarefa.

Partimos para uma nova ideia, iniciando a montagem do protótipo. E também criamos um programa contador que servirá como alternativa para nosso projeto.

3. PENDÊNCIAS PRINCIPAIS

Finalizar a montagem do protótipo e elaboração do relatório técnico.

4. DIFICULDADES PRINCIPAIS

A principal dificuldade da semana foi a programação do chip citado, mas o grupo conseguiu contornar com as novas ideias.

5. MATERIAIS PRÁTICOS A PROVIDENCIAR

Tintas, madeira e molas.

6. MATERIAIS TEÓRICOS A PROVIDENCIAR

Nenhum.

7. CONTATOS A REALIZAR

Nenhum.

8. IDÉIAS A EXPLORAR

Nenhuma.

9. ENCAMINHAMENTOS PARA A SEMANA SEGUINTE

Terminar a montagem da maquete e fazer o relatório técnico.

10. ENCAMINHAMENTOS PARA AS SEMANAS POSTERIORES

Apresentação do projeto.

11. ANÁLISE DO CUMPRIMENTO DO CRONOGRAMA

Em dia.

12. AVALIAÇÃO DO ANDAMENTO DO PROJETO

De acordo com o planejado.

13. OBSERVAÇÕES E COMENTÁRIOS GERAIS

Nenhum.

Contador de Vagas Livres

O link abaixo mostra o circuito de contador de vagas do nosso projeto.




Clique aqui para visualizar


O programa responde ao click do mouse nos botões "Entrar veículo" e "Sair veículo", ou ao "captar" que as teclas 'A' (referente à saída de veículos) ou 'S' (referente à entrada de veículos) foram pressionadas. É, portanto, uma outra alternativa para o nosso projeto, já prevendo a possibilidade de erros.

Protótipo da maquete com o contador novo

Como não obtivemos sucesso com a utilização do chip para a contagem, fizemos um novo circuito contador.

A maquete mostrada no vídeo abaixo representa o nosso novo circuito de contagem. O display central mostra o número de vagas livres.

A pendência agora está no acionamento mecânico dos botões contadores, como foi dito pelo próprio narrador do vídeo abaixo.


Confira:



video

CHIP - GAL 16V8

Bem, como dito anteriormente, faríamos o uso de um chip programado para fazer a contagem do número de vagas livres. O modelo escolhido e adquirido foi o modelo GAL 16V8, mostrado na figura abaixo:






Para fazer a gravação do programa de contagem no chip acima era necessário um programa específico, e o que utilizaríamos seria o "Quartus II Web Edition design software".

Porém, o grupo se deparou com um empecilho ao tentar fazer a gravação do programa no chip, não conseguimos fazer a instalação do software e mesmo com a ajuda de um engenheiro eletrônico, não foi possível utilizar esse dispositivo que tínhamos imaginado para nosso projeto.

Temos agora que mudar o dispositivo de contagem do projeto.



Mais informações sobre o chip e o programa:

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

ESQUEMATIZAÇÃO DO LAYOUT DA MAQUETE DO PROJETO







Etapas:

- O veículo passa na plataforma móvel centralizada;
- A plataforma desce até um limite estabelecido por uma mola instalada na parte mais baixa da estrutura móvel;
- O botão contador é então pressionado;
- A operação de soma ou subtração é realizada de acordo com o botão pressionado, que estará relacionado às entradas ou saídas de veículos.



TESTES PRELIMINARES

Há algumas semanas atrás, fizemos testes preliminares com uma calculadora comum, para que pudéssemos conhecer e tentar entender o funcionamento do circuito interno da mesma.
O modelo utilizado por nós foi o mostrado abaixo:













Abrimos a calculadora no laboratório e estudamos as placas de acionamento existentes no interior da mesma. Verificamos quais os botões que seriam úteis para nosso projeto e localizamos eles no painel de acionamento. Ao tentar fazer a ligação da bateria já com os fios separados e com a calculadora aberta, acabamos queimando a bateria e finalizando nosso teste.
Porém, apesar disso, conseguimos verificar que não seria muito fácil e eficaz utilizar uma calculadora desse modelo para ser nosso centro de contagem de vagas. Daí partimos para a busca do chip e do programa que pudéssemos construir nosso dispositivo contador de vagas.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES - Semana 15 (17/nov a 23/nov)

1. AÇÕES PREVISTAS PARA A SEMANA

Terminar a aquisição do chip e programa de contagem e tentar encontrar uma calculadora que nos satisfaça.

2. AÇÕES REALIZADAS NA SEMANA

Aquisição do chip, visita ao laboratório de eletrônica do cefet e esquematização do layout da maquete do projeto.

3. PENDÊNCIAS PRINCIPAIS

Montagem do circuito de contagem e do dispositivo de acionamento.

4. DIFICULDADES PRINCIPAIS

Montagem do circuito que irá realizar a comunicação com o chip.

5. MATERIAIS PRÁTICOS A PROVIDENCIAR

Madeira, mola, parafusos, fios, protoboard, carrinho de brinquedo e display.

6. MATERIAIS TEÓRICOS A PROVIDENCIAR

Nenhum.

7. CONTATOS A REALIZAR

Rodolfo, engenheiro eletricista.

8. IDÉIAS A EXPLORAR

Nenhuma.

9. ENCAMINHAMENTOS PARA A SEMANA SEGUINTE

Montagem do circuito e da maquete.

10. ENCAMINHAMENTOS PARA AS SEMANAS POSTERIORES

Finalização do projeto e elaboração do relatório técnico.

11. ANÁLISE DO CUMPRIMENTO DO CRONOGRAMA

Em dia.

12. AVALIAÇÃO DO ANDAMENTO DO PROJETO

Apesar de algumas dificuldades, o projeto continua de acordo com as nossas expectativas.

13. OBSERVAÇÕES E COMENTÁRIOS GERAIS

Nenhum.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES - Semana 14 (10/nov a 16/nov)

1. AÇÕES PREVISTAS PARA A SEMANA

Definir com o professor qual o equipamento a utilizar e tentar fazer alguma contagem preliminar.

2. AÇÕES REALIZADAS NA SEMANA

Decidimos deixar de lado o rádio relógio, como conversamos com o professor, e tentamos encontrar algum tipo de calculadora que fosse possivel separar as teclas.

3. PENDÊNCIAS PRINCIPAIS

Encontrar uma calculadora diferente da primeira que utilizamos no teste inicial realizado no laboratório, onde fosse possível separar as teclas.

4. DIFICULDADES PRINCIPAIS

Decidir como será o acionamento do sistema para fazer a contagem.

5. MATERIAIS PRÁTICOS A PROVIDENCIAR

Calculadora.

6. MATERIAIS TEÓRICOS A PROVIDENCIAR

Nenhum.

7. CONTATOS A REALIZAR

Pessoal dos laboratórios de eletrônica do Cefet-MG.

8. IDÉIAS A EXPLORAR

Determinar como detectar a passagem dos veiculos e acionar o sistema.

9. ENCAMINHAMENTOS PARA A SEMANA SEGUINTE

Terminar a aquisição do chip e programa de contagem e tentar encontrar uma calculadora que nos satisfaça.

10. ENCAMINHAMENTOS PARA AS SEMANAS POSTERIORES

Testes e finalização do projeto.

11. ANÁLISE DO CUMPRIMENTO DO CRONOGRAMA

Estamos um pouco agarrados, e portanto ficamos devendo em relação ao cronograma inicial.

12. AVALIAÇÃO DO ANDAMENTO DO PROJETO

O andamento do projeto não está de acordo com o esperado pelo grupo.

13. OBSERVAÇÕES E COMENTÁRIOS GERAIS

Nenhum.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES - Semana 13 (03/nov a 09/nov)

1. AÇÕES PREVISTAS PARA A SEMANA

Realizar novos testes com a calculadora.

2. AÇÕES REALIZADAS NA SEMANA

Pensamos em uma nova fonte para a contagem das vagas, rádio relógio. Tentamos encontrar um que satisfazesse a nossa idéia, que se baseia na contagem das vagas através dos botões de volume do rádio.

3. PENDÊNCIAS PRINCIPAIS
Encontrar um rádio relógio adequado e conseguir programar o chip para o eventual uso da calculadora.

4. DIFICULDADES PRINCIPAIS

Decidir qual será o equipamento a ser utilizado, calculadora ou rádio relógio.

5. MATERIAIS PRÁTICOS A PROVIDENCIAR

Rádio relógio.

6. MATERIAIS TEÓRICOS A PROVIDENCIAR

Nenhum.

7. CONTATOS A REALIZAR

Profissional de Engenharia de Controle e Automação.

8. IDÉIAS A EXPLORAR

Determinar como detectar a passagem dos veiculos e acionar o sistema.

9. ENCAMINHAMENTOS PARA A SEMANA SEGUINTE

Definir com o professor qual o equipamento a utilizar e tentar fazer alguma contagem preliminar.

10. ENCAMINHAMENTOS PARA AS SEMANAS POSTERIORES

Começar a realizar testes com o primeiro protótipo.

11. ANÁLISE DO CUMPRIMENTO DO CRONOGRAMA

Estamos caminhando de acordo com o cronograma.

12. AVALIAÇÃO DO ANDAMENTO DO PROJETO

O projeto está andando bem.

13. OBSERVAÇÕES E COMENTÁRIOS GERAIS

Nenhum.

RELATÓRIO DE ATIVIDADES - Semana 12 (27/out a 02/nov)

1. AÇÕES PREVISTAS PARA A SEMANA

Comprar baterias e fios para realizarmos novos testes com a calculadora.

2. AÇÕES REALIZADAS NA SEMANA

Fizemos dois testes com a calculadora e contactamos um profissional da área de Engenharia de Controle e Automação para nos ajudar a programá-la.

3. PENDÊNCIAS PRINCIPAIS

Conseguimos obter bons resultados a partir dos testes feitos com a calculadora. Porém, não conseguimos ainda fazer um contato eletrônico na calculadora para que ela faça a contagem de veículos, para menos ou para mais.

4. DIFICULDADES PRINCIPAIS

Fazer a ligação eletrônica ou mecânica da entrada de veículos para que ocorra a contagem no sistema. Fazer a separação das placas internas da calculadora para fazer as operações de soma e subtração.

5. MATERIAIS PRÁTICOS A PROVIDENCIAR

Um chip para a calculadora para podermos criar um programa de contagem.

6. MATERIAIS TEÓRICOS A PROVIDENCIAR

Nenhum.

7. CONTATOS A REALIZAR

Profissional de Engenharia de Controle e Automação.

8. IDÉIAS A EXPLORAR

Determinar como será a ativação da calculadora (mecânica ou eletrônica).

9. ENCAMINHAMENTOS PARA A SEMANA SEGUINTE

Continuar testes com a calculadora.

10. ENCAMINHAMENTOS PARA AS SEMANAS POSTERIORES

Começar a realizar testes com o primeiro protótipo.

11. ANÁLISE DO CUMPRIMENTO DO CRONOGRAMA

Estamos caminhando de acordo com o cronograma.

12. AVALIAÇÃO DO ANDAMENTO DO PROJETO

O projeto está andando bem.

13. OBSERVAÇÕES E COMENTÁRIOS GERAIS

Nenhum.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES - Semana 11 (20/out a 26/out)

1. AÇÕES PREVISTAS PARA A SEMANA

Estudar o funcionamento da calculadora, e tentar fazer testes para a contagem.

2. AÇÕES REALIZADAS NA SEMANA

Fizemos uma tentativa de teste com a calculadora. Inicialmente, conseguimos desmontar a calculadora e conectar os fios. Porém, queimamos a bateria ao fazer a soldagem dos fios na mesma.

3. PENDÊNCIAS PRINCIPAIS

Fazer um contato eletrônico na calculadora para que ela faça a contagem de veículos, para menos ou para mais.

4. DIFICULDADES PRINCIPAIS

Fazer a ligação eletrônica ou mecânica da entrada de veículos para que ocorra a contagem no sistema.

5. MATERIAIS PRÁTICOS A PROVIDENCIAR

Novas baterias e fios.

6. MATERIAIS TEÓRICOS A PROVIDENCIAR

Nenhum.

7. CONTATOS A REALIZAR

Nenhum.

8. IDÉIAS A EXPLORAR

Determinar como será a ativação da calculadora.

9. ENCAMINHAMENTOS PARA A SEMANA SEGUINTE

Continuar testes com a calculadora.

10. ENCAMINHAMENTOS PARA AS SEMANAS POSTERIORES

Começar a realizar testes com o primeiro protótipo.

11. ANÁLISE DO CUMPRIMENTO DO CRONOGRAMA

Agora que conseguimos encontrar outra saída para o projeto, estamos adequando o andamento ao cronograma.

12. AVALIAÇÃO DO ANDAMENTO DO PROJETO

A partir desse momento, o projeto está andando bem.

13. OBSERVAÇÕES E COMENTÁRIOS GERAIS

Encontramos uma nova saída, estamos entusiasmados com o projeto.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES - Semana 10 (13/out a 19 out)


1. AÇÕES PREVISTAS PARA A SEMANA


Entrar em contato com empresas que desenvolveram e/ou utilizam dispositivos de contagem de vagas.


2. AÇÕES REALIZADAS NA SEMANA


Conversamos com um engenheiro de controle e automação para obter ideias do funcionamento do protótipo. Discussão sobre funcionamento do protótipo. Alteração do sistema principal a laser por um contador mecânico.

3. PENDÊNCIAS PRINCIPAIS

Obter conhecimento de como será o funcionamento do dispositivo eletrônico a partir de ajuda de algum técnico. Decidir o real dispositivo a ser usado.

4. DIFICULDADES PRINCIPAIS

Entender o funcionamento da parte eletrônica, realizar a comunicação entre o movimento da cancela e o software e dificuldade em encontrar algum técnico que possa nos ajudar. Como não estamos conseguindo obter o dispositivo a laser com os contatos realizados, estamos discutindo mudar o funcionamento para mecânico (calculadora).

5. MATERIAIS PRÁTICOS A PROVIDENCIAR

Por enquanto nenhum.

6. MATERIAIS TEÓRICOS A PROVIDENCIAR

Nenhum.

7. CONTATOS A REALIZAR

Nenhum.

8. IDÉIAS A EXPLORAR

Mudar o funcionamento do dispositivo a laser para um funcionamento manual. Usar uma calculadora como contador.

9. ENCAMINHAMENTOS PARA A SEMANA SEGUINTE

Estudar o funcionamento da calculadora, e tentar fazer testes para a contagem.

10. ENCAMINHAMENTOS PARA AS SEMANAS POSTERIORES

Começar a realizar testes com o primeiro protótipo.

11. ANÁLISE DO CUMPRIMENTO DO CRONOGRAMA

Agora que conseguimos encontrar outra saída para o projeto, estamos adequando o andamento ao cronograma.

12. AVALIAÇÃO DO ANDAMENTO DO PROJETO

A partir desses momento, o projeto irá andar bem.

13. OBSERVAÇÕES E COMENTÁRIOS GERAIS

Encontramos uma nova saída, estamos entusiasmados com o projeto.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES - Semana 9 (05/out a 12/out)

1. AÇÕES PREVISTAS PARA A SEMANA

Entrar em contato com empresas que desenvolveram e/ou utilizam dispositivos de contagem de vagas.

2. AÇÕES REALIZADAS NA SEMANA

Entramos em contato com empresas que já utilizam dispositivos semelhantes e obtemos um exemplo de um sistema que já é utilizado.

3. PENDÊNCIAS PRINCIPAIS

Obter conhecimento de como será o funcionamento do dispositivo eletrônico a partir de ajuda de algum técnico.

4. DIFICULDADES PRINCIPAIS

Entender o funcionamento da parte eletrônica, realizar a comunicação entre o movimento da cancela e o software e dificuldade em encontrar algum técnico que possa nos ajudar.

5. MATERIAIS PRÁTICOS A PROVIDENCIAR

Nenhum

6. MATERIAIS TEÓRICOS A PROVIDENCIAR

Pesquisa exploratória.

7. CONTATOS A REALIZAR

Um profissional da área de eletrônica, que será indicado pelo nosso orientador Anderson Higino, ou alguma outra pessoa que possa nos ajudar.

8. IDÉIAS A EXPLORAR

Possibilidade de comunicação de vários andares com o software, simultaneamente, e adequação do nosso projeto ao sistema ICOUNT - Contagem de Veículos e Guia de Estacionamentos.

9. ENCAMINHAMENTOS PARA A SEMANA SEGUINTE

Determinar, definitivamente, como será o funcionamento do dispositivos e, assim, procurar materiais para o seu desenvolvimento.

10. ENCAMINHAMENTOS PARA AS SEMANAS POSTERIORES

Começar a montagem do protótipo.

11. ANÁLISE DO CUMPRIMENTO DO CRONOGRAMA

Assim que conseguirmos o contato com um profissional da área de eletrônica, iremos regularizar o nosso cronograma.

12. AVALIAÇÃO DO ANDAMENTO DO PROJETO

Estamos atrasados devido à dificuldade de estabelecer contato com especialistas na área de eletrônica.

13. OBSERVAÇÕES E COMENTÁRIOS GERAIS

Estamos procurando especialistas que possam nos ajudar na parte técnica.

ICOUNT - Contadores de Veículos e Guia de Estacionamentos

Nessa semana, estamos fazendo pesquisa e entrando em contato com empresas que desenvolveram e/ou utilizam sistemas de contadores de veículos nos estacionamentos. Hoje encontramos uma empresa que desenvolveu um sistema muito interessante e que difere da nossa idéia inicial. Iremos analisá-la e decidir se mudaremos a nossa idéia inicial ou a manteremos.
Segue o produto que a empresa Group CF Entersec Security on Systems oferece:


ICOUNT - Contadores de Veículos e Guia de Estacionamentos

> SENSOR DE CONTAGEM

A tecnologia empregada para o contagem de veículos se baseia em laços magnéticos e sensores verticais. Ambas as soluções são conectadas a uma unidade de controle. As informações são precisas e os sensores e as unidades são estáveis e não são afetadas por interferências externas.

A garantia é de 95% de precisão, mas em média o sistema ICOUNT apresenta um eficácia de 100%.



> SENSOR DE DETECÇÃO DE VAGAS


O sensor emite pulsos ultra-sônicos que medem a distância até o obstáculo (carro ou solo) e compara com a distância pré-estabelecida, verificando se a vaga está ocupada ou não.


Características:

- Comunicação sem fio com a unidade de controle.

> Montagem entre 1,5 metros e 5,0 metros.

> Funciona com pilhas, com autonomia de anos.

> Transmissão e recepção por pulsos ultra-sônicos.



> UNIDADE DE CONTROLE


O sensor contador de veículos está vinculado a uma unidade de controle e este sensor envia informações sobre o fluxo de veículos. A unidade de controle armazenará as informações e enviará ao software ou exibirá em seu display.

A unidade possui um display LCD, onde os dados podem ser visualizados, além de poder se comunicar diretamente com um software via RS232, RS485 e modbee.



> DISPLAYS


Os displays são os melhores complementos para estacionamentos, pois oferecem informações de vagas disponíveis a partir do sistema de contadores de veículos.

Estes foram projetados para funcionar sobre quaisquer condições climáticas, podendo ser debaixo de forte sol e variam de 130 m a 320 m de altura.



> SOFTWARE


O software ICOUNT se baseia em plataformas amplamente conhecidas, desenvolvido com uma arquitetura completamente aberta que o faz compatível com os mais diversos sistemas: MS SQL, MS Access, MS Excel, Oracle, MySQL.

Vários tipos de informações são geradas pelo software e este possui um módulo que permite que estas informações sejam em tempo real.